Valorizando o papel da imprensa no fortalecimento da Educação Superior Brasileira

Detalhe

#SérieDepoimentos | Lentes focadas em uma boa história

31/08/2017 | Por: ABMES | 96

“Certo dia navegava pela internet e li uma notícia do Prêmio. Não lembro em qual site. Faltavam alguns dias para encerrar as inscrições e lembrei da matéria que gravamos na Unisul com o Guto. Na hora pensei que essa história precisava ser compartilhada e resolvi inscrever a reportagem!

Eu conheci a história do Guto por meio de um calouro do curso de Educação Física da Unisul que comentou sobre uma homenagem feita a esse estudante especial pelo Conselho Regional de Educação Física em Santa Catarina.

Resolvi ir mais a fundo e percebi que esse era um exemplo e uma lição de vida que precisava ser contada na TV. Foram dois dias de gravações e o resultado final nos encheu de orgulho. Já tive oportunidade de desenvolver reportagens sobre o ensino superior, porém sempre aquela coisa burocrática sem um algo a mais que torna uma reportagem especial.

O impacto da matéria foi imediato. Primeiro entre os colegas de emissora. Logo em seguida na comunidade escolar e na sociedade. O Guto é a inspiração de que sonhos podem virar realidade e transformar vidas.

Sem dúvida a imprensa tem um papel fiscalizador e principalmente de contribuição para construirmos uma sociedade mais justa e igualitária. Em meio a tantas notícias ruins, principalmente no cenário político e econômico, os jornalistas têm a obrigação de exercer esse papel transformador que passa pela informação.

Não produzimos uma reportagem pensando em ganhar prêmios. Quando eles vêm, toda a equipe fica feliz pelo reconhecimento. Acredito que a imprensa precisa resgatar o reconhecimento da sociedade que é para a qual desenvolvemos o nosso trabalho.”

Paulo José Mueller é jornalista da TV Record, vencedor na Categoria TV Regional com a reportagem “Catarinense com paralisia cerebral será o primeiro bacharel em Educação Física do Brasil”.