Valorizando o papel da imprensa no fortalecimento da Educação Superior Brasileira

Detalhe

Jornalismo da TV Tribuna conquista prêmio nacional em Brasília

08/08/2018 | Por: Tribuna Online | 94

Foto: Mariana Raphael/ABMES

Vinícius Rangel, da TV Tribuna/SBT, venceu o prêmio na categoria
O jornalismo da Rede Tribuna conquistou mais um importante prêmio nesta semana. O repórter Vinícius Rangel e o cinegrafista Alberto Pires, da TV Tribuna/SBT, conquistaram o primeiro lugar geral no Prêmio da Associação Brasileira de Mantenedores de Ensino Superior, na categoria TV Regional. O anúncio dos vencedores aconteceu na noite de terça-feira (07), em Brasília.

Vinícius concorreu com a reportagem que mostra a importância do ensino superior, contando a história do jovem Ricardo, que não fala e não ouve, mas, ainda assim, é o primeiro deficiente auditivo formado em engenharia ambiental do Espírito Santo. A reportagem mostrou ainda o trabalho do professor universitário Douglas Xavier, primeiro doutor deficiente visual do Estado.

"Foi o meu primeiro prêmio, conquistado com muito suor e esforço para levar uma mensagem de que a educação é o melhor caminho para se chegar até um patamar de vida, que poucos acreditam. Atingimos o nosso papel social, o papel do jornalismo em transformar vidas e ajudar as pessoas a superar as dificuldades e quebrar barreiras do preconceito", afirmou Vinícius, que recebeu um troféu e uma quantia em dinheiro.

Em sua fala, o diretor presidente da ABMES, Janguiê Diniz, destacou a relevância do jornalismo como elemento incentivador da busca permanente por melhorias do setor educacional e que resultam em benefícios sociais, políticos, econômicos e culturais para o país.

“O papel social da imprensa se manifesta em diversas formas. Ele está presente no agendamento dos principais temas que mobilizam a sociedade; na ampliação e no aprofundamento de discussões relevantes; na atuação estratégica que possui na formação da opinião pública; na vigilância constante que resulta em denúncias de má gestão da coisa pública; e na pressão que os veículos de comunicação exercem junto aos entes governamentais para a implementação, o acompanhamento e o monitoramento de políticas públicas”, explicou.