Valorizando o papel da imprensa no fortalecimento da Educação Superior Brasileira

Detalhe

Prêmio ABMES de Jornalismo anuncia os grandes vencedores

10/08/2017 | Por: ABMES | 279

Edgar Marra Silveira/ABMES Janguiê Diniz com a jornalista Luciana Osório.
Tomados por um clima de suspense, seguido de emoção, os vencedores do Prêmio ABMES de Jornalismo foram anunciados em cerimônia realizada ontem (8), em Brasília/DF. Os ganhadores receberam troféus acompanhados de cheques no valor de R$ 10 mil para as categorias regionais e R$ 15 mil para as categorias nacionais. A grande surpresa da noite ficou por conta do anúncio de dois vencedores na categoria Impresso Nacional. Com isso, foram contemplados nove trabalhos jornalísticos nos segmentos de Impresso, TV, Rádio e Internet, totalizando R$ 115 mil em prêmios.
 
Os veículos emplacaram pautas sobre educação superior em todo o país e passaram por um crivo rigoroso e de alto nível. A escolha dos vencedores foi feita por Arnaldo Niskier, Marcos Vilaça e Merval Pereira, membros da Academia Brasileira de Letras (ABL) que possuem relevantes contribuições tanto na área acadêmica quanto na jornalística.
 
O primeiro vencedor da noite, Tainan Pimentel, do Correio Braziliense, ficou muito emocionado com a premiação na categoria Internet Regional. “Eu realmente não esperava estar entre os vencedores. Isso me dá um ânimo ainda maior com a profissão que escolhi. A ABMES está de parabéns pela iniciativa”.
 
Para Flávia Yuri Oshima, repórter da revista Época, a iniciativa contribui para fortalecer a agenda da imprensa com relação ao setor. “Esse prêmio é muito importante, pois, na redação, a maioria das matérias sobre educação foca no ensino básico. No entanto, a educação superior privada tem importância vital para o país. É, também, uma oportunidade de apontar falhas no sistema e auxiliar na fiscalização junto ao Estado”. Flávia foi uma das vencedoras da categoria Impresso Nacional.
 
Já o estímulo com relação ao papel fiscalizador que a imprensa deve exercer está entre as principais contribuições da iniciativa para a jornalista Queila Ariadne, do jornal O Tempo, de Minas Gerais. “O prêmio é um grande incentivo para nós, principalmente por conta do momento atual, onde se fala muito em cortes de orçamento. A imprensa exerce seu papel social quando, por exemplo, denuncia o corte do Fies que atinge muitos brasileiros e acaba com o sonho de possuir uma formação superior”.
 
A ABMES acredita na importância do trabalho da imprensa para a melhoria constante do setor educacional, além do progresso do país, como bem sintetizou o diretor presidente da instituição, Janguiê Diniz, durante a cerimônia: “agradeço a contribuição de todos os 233 jornalistas do Brasil inteiro que participaram do Prêmio e parabenizo os vencedores, aproveitando a ocasião para registrar o papel fundamental que esses profissionais têm exercido na melhoria da qualidade da educação brasileira e no desenvolvimento de nosso país”.
 
Conheça os vencedores:
Categoria TV Nacional
Luciana Osório / TV Globo
Reportagem: Falsos cotistas
 
Categoria TV Regional
Paulo José Mueller / TV Record / Santa Catarina
Reportagem: Catarinense com paralisia cerebral será o primeiro bacharel em Educação Física do Brasil
 
Categoria Rádio Nacional

Eduardo Matos / Rádio Gaúcha
Reportagem: Universi(novi)dades
 
Categoria Rádio Regional
Marcelo Henrique Andrade / Rádio CBN / Paraíba
Reportagem: Há luz no começo do túnel
 
Categoria Internet Nacional
Daniela Amorim / Estadão
Reportagem: Com mais estudo, menos jovens viram domésticas
 
Categoria Internet Regional
Tainan Pimentel / Correio Braziliense / Distrito Federal
Reportagem: Falhas no ensino médio dificultam a vida de jovens em universidades do país
 
Categoria Impresso Nacional
Flávia Oshima / Revista Época
Reportagem: Um mestre de 176 medalhas
 
Paulo Saldaña / Folha de S.Paulo
Reportagem: Inadimplência aumenta, e mais de metade atrasa pagamento do Fies
 
Categoria Impresso Regional
Queila Ariadne / O Tempo / Minas Gerais
Reportagem: Sem Fies, alunos apelam para rifas e rateio entre familiares